prvencao
Prevenção

Prevenção 

Realizar tratamento preventivo é essencial para sua saúde bucal. Visitar seu dentista com frequência evita dor. Lesões de cárie e inflamações na gengiva são os principais problemas avaliamos nas consultas de prevenção, embora muitos pacientes agendam com alguma observação sobre algum dente. Manchas escuras, pontas afiadas em algum dente, o fio dental que desfia quando passa, gengiva que sangra, são as mais frequentes observações. 

Como posso saber o intervalo ideal de retornar ao dentista?

Na verdade, essa não é uma pergunta tão simples quanto parece. Como cada paciente tem uma maneira de se cuidar, e alguns tem maior facilidade a ter problemas em relação a outros, sendo difícil ter um padrão para todos. O ideal é você escolher o dentista que confia, que durante as consultas realiza a sua avaliação de forma individualizada e vocês estabelecem o intervalo entre as consultas. Conhecendo os seus problemas, suas questões de comportamento e características genéticas, de acordo com sua frequência, é possível diagnosticar possibilidades  desses antes que surjam novamente. Pensando nisso estamos pensando em um projeto, Sorriso 365, onde temos a intenção de ajustar individualmente cada prioridade do paciente , mantendo dentes sem pigmentos sangramentos ou chances de lesors de cárie. 

 E qual é a forma certa de limpar os dentes?

Essa é uma pergunta precisa ser respondida de forma bem individual. Como assim? Muitos pacientes quando vêm ao dentista já chegam dizendo que escovam os dentes 3x ao dia, mas de forma incorreta. 

Para isso, nas consultas de revisão, onde se tem como regra orientar a escovação correta. Nesse momento alguns pacientes ficam um pouco constrangidos, pois percebem que depois de tantos anos de vida não sabiam e estão reaprendendo escovar. Isso porque não tiveram uma orientação adequada ou sempre escovaram de forma automática. Cada um de nós tem uma forma e posição de dentes, formato da boca, alguma dificuldade de motricidade para escovar ou passar fio dental, preferência por alguma escova ou creme dental ou simplesmente realiza de uma forma bem intuitiva e automática, porque já é um hábito. Sem-pre se contribui com pequenas dicas podem facilitar e deixar mais prazeiroso o momento de escovar. Costumamos dizer que sempre existe um “jeitinho” novo de escovar. Mas o foco do dentista é identificar onde não está sendo eficiente e buscar corrigir, cada paciente tem uma necessidade específica. 

Sem contar que nos últimos anos houve uma evolução muito grande em relação a escovas, cremes dentais e acessórios facilitando muito para o paciente se adaptar da forma mais correta. Portanto, não existe uma fórmula mágica ou instrumento especial para todos, cabe ao dentista saber fazer essa avaliação e facilitar a vida do paciente e motivado usando diariamente. 

Que tipo de prótese dentária deve-se tomar mais cuidado?

Outra pergunta que não é tão simples de responder. Próteses em geral merecem um cuidado especial. Dentaduras móveis são mais fáceis de cuidar, por um motivo claro. As fixadas nos dentes, essas sim merecem um cuidado especial, coroas, facetas e pontes fixas podem causar alguma dificuldade para higienizar, precisam ser orientadas de forma bem individualizadas. Se não forem bem higienizadas vocês já sabem…

E dicas de como se cuida de implantes?

Pacientes com implantes dentárias precisam ter uma boa higiene bucal, isso não é algo óbvio, mas estudos científicos já comprovam isso e muitos pacientes esquecem que perderam dentes por descuido de higiene e podem perder implantes também. Implante não tem lesão de cárie, mas o cuidado com a gengiva deve ser redobrado. O dente quando tem sangramento ou perda de osso ao redor dele tem como ser tratado, já o implante, não aceita sangramento na gengiva muito menos se mover.

Quanto mais dentes recuperados na prótese encaixada no implante, mais cuidados de escovação, quanto mais extensa e de difícil coordenação para limpar, principalmente os idosos mais atenção e cuidado. É indiscutível que de tempo em tempo, estipulado pelo dentista, precisa retornar para remover a prótese e limpar nas regiões mais difíceis. A frequência é indicada em função do grau de dificuldade que o paciente tem pra deixar a a rea bem higienizada. 

Então:Revisões preventivas, como troca de parafusos, são muito importantes para o correto funcionamento da prótese.

A dica é…..

Fazer a prevenção é bem mais simples e acaba saindo bem mais barato do que resolver os problemas depois que eles aparecem. Marque sua consulta e mantenha uma regularidade em suas visitas ao dentista. Esse é o caminho para uma boca saudável. Nossa Familia Togni está pronta para cuidar da sua saúde bucal e da sua família.

×